Fundamentação

Os pontos de azul do escudo carregados de duas faixetas ondadas de prata representam a Ribeira de Santa Luzia, curso de Agua que tomou tal designação após construção de uma pequena ermida daquela evocação, levantada na sua margem esquerda, já referenciada em 1471. Representam também a ancestral levada de Santa Luzia, importante canal de irrigação que atravessa parcialmente o território da freguesia, a qual, rasgada ainda no século XV a partir da mencionada ribeira, fertilizava os extensos canaviais ali existentes.

 

Os pontos de ouro dos flancos do escudo carregados com uma roda de azenha de vermelho evocam a memoria dos antigos engenhos de moer cana-de-açúcar que se erguiam ao longo da Ribeira de Santa Luzia, o mais remoto dos quais e o primeiro levantado no solo insular foi mandado construir em 1452 por Diogo Teive, escudeiro da casa do Infante D. Henrique, Senhor da Ilha da Madeira.

 

Os pontos de ouro do chefe e da ponta do escudo carregados de uma folha de plátano de verde simbolizam a antiga Rua da Princesa que, percorrendo a margem esquerda da Ribeira de Santa Luzia, foi plantada com frondosos plátanos em 1828, circunstancia que constituiu, na época, uma autêntica inovação no tecido urbano. Popularmente designada por Rua das Arvores, esta formosa artéria citadina era considerado um dos ex-libris da freguesia de Santa Luzia.

 

A coroa mural de prata com três torres é a que está estabelecida para a categoria de freguesia.

  • Estão disponíveis aulas de ginástica às segundas e quartas nos horários 09h00 - 11h30 e 16h00 - 17h00, ou às terças e sextas no horário 11h00 - 12h00.   
    Ler mais
  • Estão disponíveis aulas de artes plásticas todas as terças e quintas entre as 14h00 e as 17h00. Para mais informações contate o centro de convívio.
    Ler mais
  • Todas as quarta-feiras à tarde, estão disponíveis aulas da dança de salão, entre as 14h30 e as 16h00.  Para mais informações por favor contate o centro de convívio.  
    Ler mais